Recentes

Mensagem de Força e Superação

Mensagem de Força e Superação


Paulo está indo como prisioneiro, sendo entregue ao imperador romano. E, quando ele percebe o comandante do navio, e o dono do navio, e as pessoas interessadas que o navio chegasse ali com aquela quantidade enorme de presos, decidirem ir por uma viagem, então Paulo diz: olha, eu já viajei demais de navio, já enfrentei tantas tempestades na minha vida, e eu sei que essa época não é a época boa. Ele intercede, ele fala com o comandante.

Não tem solução esse bate-papo, ele vai orar. E, quando ele está orando, Deus começa a falar com ele. E Deus diz para ele: Olha, fica firme. Essa tempestade vai destruir toda a embarcação, mas ninguém vai se perder. Então, Paulo tem uma atitude muito interessante. Primeiro, ele tem confiança absoluta no Deus da vida dele. Por isso ele entra no barco, mesmo sabendo o que vai acontecer. Segundo, Paulo tem confiança absoluta no caráter de Deus, que ensina para ele que é importante e necessário passar por essa tempestade, mesmo que ele esteja com medo. Paulo entende que a vida dele tem um propósito muito maior do que se livrar das tempestades. Há algo mais importante na vida dele do que fugir de enfrentamentos difíceis, evitar problemas. Há algo muito mais importante na vida dele que é: eu existo para que Jesus se torne conhecido. E se eu estou entrando nesse barco, com estes prisioneiros nessa hora, com essa situação anunciada pelo Homem do Tempo lá do céu, então eu entendo que eu tenho que entrar, porque a minha vida só tem sentido se ela for usada por Deus, para que através de minha vida o nome de Jesus se torne conhecido.

E se for preciso entrar nesse barco, eu entrarei e enfrentarei. E ele entra no barco, a tempestade vem, o povo fica desesperado, começa a gritar. Então ele grita, ele assume a liderança do navio, ele grita com todos e diz: calma! Calma! O barco se perderá, os nossos bens serão perdidos, mas nenhuma vida se perderá! Deus me garantiu isso e eu creio nisso! E ele animou as pessoas. Então o barco arrebenta, eles vão pra água e todos eles atingem uma ilha. Todos estão vivos. E o pessoal está olhando pro Paulo, e aí eles conseguem fazer uma fogueirinha, porque eles estão molhados, e, na hora de botar graveto na fogueirinha, uma serpente morde o Paulo. Um cara que estava ali do lado falou assim: Esse é um cara amaldiçoado, não há dúvidas. O cara está em cana, vai no barco que afunda, e quando escapa, a serpente morde.

O cara é amaldiçoado, esse é azarado mesmo. O apóstolo Paulo chacoalha a cobrinha. Não mata, porque afinal de contas, todos os bichinhos foram feitos por Deus, deixa lá... Eu hein? Tinha esmagado aquela cobra... Então, ele solta aquela cobra e o pessoal só está esperando o bicho estrebuchar e morrer, dar um febrão nele, vomitar um monte e morrer. E ele continua na boa. Aí isso vira um negócio entre eles todos. Paulo aproveita, fala do Evangelho de Jesus para eles. Nisso, alguém da cidade fala: Olha, tem uma pessoa doente. Ele vai lá, ora, a pessoa fica curada. Ele ganha a simpatia daquela cidade, daquela ilha. Eles ganham roupa, ganham comida, ganham mantimentos, são bem tratados. E, o que é interessante, nenhum deles foge. Todos eles entram no próximo barco e todos eles vão a Roma.

Todos os prisioneiros são devidamente entregues. E o testemunho de Paulo foi para toda aquela gente. Sabe o que aconteceu com aquela tempestade? Paulo entendia que aquele sofrimento coletivo seria a melhor coisa para Deus fazer a fim de que todos percebessem, todos, um ao outro, e a dor de todos fosse a dor de um, e a dor de um fosse a dor de todos. Você já reparou que às vezes você está em um lagar em que você não conhece ninguém, mas se o lugar corre perigo, todo mundo vira gente? E, ali, aquele povo todo, tem uma grande oportunidade, por causa da dor, de ouvir a mensagem de Jesus. O que a tempestade fez com Paulo? O tornou mais cheio de fé, mais cheio de confiança, de que não há nada, nada, nada na nossa vida, que está acontecendo ou acontecerá, que Deus não tenha um plano, um propósito maravilhoso. O que eu devo fazer diante das tempestades que sempre mudarão a minha vida, se para melhor ou se para pior, dependerá de mim perguntar: Deus, não estou entendendo, eu gostaria de ser livre do enfrentamento dessa tempestade.

Não estou entendendo nada que está acontecendo, mas agora eu te peço: o que eu devo fazer? Como eu devo me comportar? O que o Senhor quer ensinar para mim a seu respeito? Me ensina. E o que o Senhor quer que eu faça nessa circunstância? Me deixa saber, e me ajuda a fazer. Porque eu quero te conhecer melhor e te servir melhor servindo outras pessoas. As tempestades sempre virão. De onde? Nem sempre sei. Mas uma coisa eu sei. Elas sempre mudarão a minha vida. Se para melhor ou para pior, dependerá da minha atitude diante de Deus e diante das pessoas com as quais, no meio das quais, Deus tem me colocado. enfrentando tempestades - mensagem de força e superação mensagem de força e superação .


Nenhum comentário