O Vale de Ossos Secos Ezequiel 37:1-14

Ezequiel Profetiza Sobre o Vale de Ossos Secos 


Veio sobre mim a mão do SENHOR, e ele me fez sair no Espírito do SENHOR, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos.
E me fez passar em volta deles; e eis que eram mui numerosos sobre a face do vale, e eis que estavam sequíssimos.
E me disse: Filho do homem, porventura viverão estes ossos? E eu disse: Senhor DEUS, tu o sabes.
Então me disse: Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do Senhor.
Assim diz o Senhor DEUS a estes ossos: Eis que farei entrar em vós o espírito, e vivereis.
E porei nervos sobre vós e farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele, e porei em vós o espírito, e vivereis, e sabereis que eu sou o Senhor.
Então profetizei como se me deu ordem. E houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, cada osso ao seu osso.
E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito.
E ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor DEUS: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam.
E profetizei como ele me deu ordem; então o espírito entrou neles, e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo.
Então me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel. Eis que dizem: Os nossos ossos se secaram, e pereceu a nossa esperança; nós mesmos estamos cortados.
Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu abrirei os vossos sepulcros, e vos farei subir das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel.
E sabereis que eu sou o Senhor, quando eu abrir os vossos sepulcros, e vos fizer subir das vossas sepulturas, ó povo meu.
E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra; e sabereis que eu, o SENHOR, disse isto, e o fiz, diz o SENHOR.
Ezequiel 37:1-14

O Vale de Ossos Secos Ezequiel 37:1-14

Ezequiel Profetiza Sobre o Vale de Ossos Secos 


Veio sobre mim a mão do SENHOR, e ele me fez sair no Espírito do SENHOR, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos.
E me fez passar em volta deles; e eis que eram mui numerosos sobre a face do vale, e eis que estavam sequíssimos.
E me disse: Filho do homem, porventura viverão estes ossos? E eu disse: Senhor DEUS, tu o sabes.
Então me disse: Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do Senhor.
Assim diz o Senhor DEUS a estes ossos: Eis que farei entrar em vós o espírito, e vivereis.
E porei nervos sobre vós e farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele, e porei em vós o espírito, e vivereis, e sabereis que eu sou o Senhor.
Então profetizei como se me deu ordem. E houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, cada osso ao seu osso.
E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito.
E ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor DEUS: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam.
E profetizei como ele me deu ordem; então o espírito entrou neles, e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo.
Então me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel. Eis que dizem: Os nossos ossos se secaram, e pereceu a nossa esperança; nós mesmos estamos cortados.
Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu abrirei os vossos sepulcros, e vos farei subir das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel.
E sabereis que eu sou o Senhor, quando eu abrir os vossos sepulcros, e vos fizer subir das vossas sepulturas, ó povo meu.
E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra; e sabereis que eu, o SENHOR, disse isto, e o fiz, diz o SENHOR.
Ezequiel 37:1-14

Quais são as três desgraças do Apocalipse?

Quais são as três desgraças do Apocalipse?



Ai significa "dor, angústia, aflição", as três desgraças do Apocalipse são o juízo final que Deus anuncia sobre as pessoas pecadoras da terra, a fim de estimulá-los ao arrependimento (Apocalipse 09:20 ). As três desgraças são, de fato, um momento de grande angústia e aflição para aqueles que se comprometeram a sua lealdade ao Anticristo durante os tempos finais . O número sete é significativo em Apocalipse , e as três desgraças virão até o final dos setes anos, período de tribulação logo antes da segunda vinda de Cristo . Os juízos de Deus durante a tribulação são retratados como sete selos ,que serão abertos um de cada vez.

 O primeiro ai é revelado após o quinto toque da trombeta. Isso ai envolve algo como gafanhotos que têm a capacidade de picar como um escorpião ( Apocalipse 09:03 ). Geralmente, estes não são aceites como gafanhotos  por causa de sua descrição e porque eles vêm do abismo e tem um senhor demoníaco ( Apocalipse 9:03 , 7-8 , 11 ). Estas criaturas são autorizadas a prejudicar apenas aquelas pessoas que não têm o "selo de Deus na testa" ( Apocalipse 9:04 ). Aqueles que carregam o selo de Deus são os 144000 ( Apocalipse 7:3-4 ), ou, possivelmente, todos os que permaneceram crentes fiéis durante esse tempo ( Efésios 4:30 ). Esses gafanhotos demoníacos estão autorizados a atormentar os incrédulos por cinco meses      ( Apocalipse 09:05 ), com picadas dolorosas. E estas pessoas por muito tempo procurarão a morte, mas não a encontrarão ( Apocalipse 9: 6 )., e não vão ser concedidos até que o segundo ai é revelado após o sexto toque da trombeta. E disse ao sexto anjo que tinha a trombeta  "Solte os quatro anjos que estão presos junto ao grande rio Eufrates" ( Apocalipse 9:14 ). Estes quatro anjos são os demônios que foram lançados do céu junto com Satanás. Que estão presos até o tempo determinado ( Apocalipse 09:15 ;. cf Judas 1:6 ; 2 Pedro 2:4 ). Esses anjos e os seus exércitos, totalizando duzentos milhões, são liberados para matar um terço da humanidade ( Apocalipse 9:15-16 ). ( Apocalipse 11:14 ), surge uma divisão clara no livro com o anúncio do céu: "O reino do mundo tornou-se o reino de nosso Senhor e do seu Cristo" ( Apocalipse 11:15 ). 

Em outras palavras, nesta fase final de julgamento será o fim, e a justiça será restaurado na Terra. O terceiro ai é revelado após a sétima trombeta. Isso ai é paralela à trombeta que soa em Joel 2, e sinaliza a consumação do plano de Deus para o mundo inteiro. Este terceiro ai marca o final do julgamento de Deus sobre o pecado, que ocupa o livro de Apocalipse através do capítulo 19, quando o Reino de Cristo é estabelecido na terra. Incorporado neste terceiro e último ai são as sete "taças" da ira de Deus, descritas em Apocalipse 16:1-21 . Esta série de decisões é o maior horror que as pessoas da terra já viram. Jesus disse: "Se aqueles dias não fossem abreviados, ninguém sobreviveria" ( Mateus 24:22 ).fonte

Quais são as três desgraças do Apocalipse?

Quais são as três desgraças do Apocalipse?



Ai significa "dor, angústia, aflição", as três desgraças do Apocalipse são o juízo final que Deus anuncia sobre as pessoas pecadoras da terra, a fim de estimulá-los ao arrependimento (Apocalipse 09:20 ). As três desgraças são, de fato, um momento de grande angústia e aflição para aqueles que se comprometeram a sua lealdade ao Anticristo durante os tempos finais . O número sete é significativo em Apocalipse , e as três desgraças virão até o final dos setes anos, período de tribulação logo antes da segunda vinda de Cristo . Os juízos de Deus durante a tribulação são retratados como sete selos ,que serão abertos um de cada vez.

 O primeiro ai é revelado após o quinto toque da trombeta. Isso ai envolve algo como gafanhotos que têm a capacidade de picar como um escorpião ( Apocalipse 09:03 ). Geralmente, estes não são aceites como gafanhotos  por causa de sua descrição e porque eles vêm do abismo e tem um senhor demoníaco ( Apocalipse 9:03 , 7-8 , 11 ). Estas criaturas são autorizadas a prejudicar apenas aquelas pessoas que não têm o "selo de Deus na testa" ( Apocalipse 9:04 ). Aqueles que carregam o selo de Deus são os 144000 ( Apocalipse 7:3-4 ), ou, possivelmente, todos os que permaneceram crentes fiéis durante esse tempo ( Efésios 4:30 ). Esses gafanhotos demoníacos estão autorizados a atormentar os incrédulos por cinco meses      ( Apocalipse 09:05 ), com picadas dolorosas. E estas pessoas por muito tempo procurarão a morte, mas não a encontrarão ( Apocalipse 9: 6 )., e não vão ser concedidos até que o segundo ai é revelado após o sexto toque da trombeta. E disse ao sexto anjo que tinha a trombeta  "Solte os quatro anjos que estão presos junto ao grande rio Eufrates" ( Apocalipse 9:14 ). Estes quatro anjos são os demônios que foram lançados do céu junto com Satanás. Que estão presos até o tempo determinado ( Apocalipse 09:15 ;. cf Judas 1:6 ; 2 Pedro 2:4 ). Esses anjos e os seus exércitos, totalizando duzentos milhões, são liberados para matar um terço da humanidade ( Apocalipse 9:15-16 ). ( Apocalipse 11:14 ), surge uma divisão clara no livro com o anúncio do céu: "O reino do mundo tornou-se o reino de nosso Senhor e do seu Cristo" ( Apocalipse 11:15 ). 

Em outras palavras, nesta fase final de julgamento será o fim, e a justiça será restaurado na Terra. O terceiro ai é revelado após a sétima trombeta. Isso ai é paralela à trombeta que soa em Joel 2, e sinaliza a consumação do plano de Deus para o mundo inteiro. Este terceiro ai marca o final do julgamento de Deus sobre o pecado, que ocupa o livro de Apocalipse através do capítulo 19, quando o Reino de Cristo é estabelecido na terra. Incorporado neste terceiro e último ai são as sete "taças" da ira de Deus, descritas em Apocalipse 16:1-21 . Esta série de decisões é o maior horror que as pessoas da terra já viram. Jesus disse: "Se aqueles dias não fossem abreviados, ninguém sobreviveria" ( Mateus 24:22 ).fonte

Ex-”Drag Queen Satânica” conta Como se Converteu a Jesus

Trace McNutt conta que cresceu em um lar religioso, mas disfuncional. Ele sofreu abusos físicos e sexuais durante sua infância e adolescência. No vídeo publicado online, ele conta que sempre se sentiu “diferente” e recebia muitas ameaças de colegas. Chegou a precisar ser “escoltado” regularmente pelo diretor da escola até a sala de aula. “Eu apanhava todos os dias”, lamenta.
Quando terminou os estudos do ensino médio, começou a se envolver com o estilo de vida sexual. “Eu me tornei obcecado com a beleza aparente da comunidade gay. Decidi que seria uma drag queen. Achava fascinante como aqueles homens iam para os bastidores e usavam maquiagem e perucas para se transformar em uma outra pessoa totalmente diferente”.
McNutt viu isso como a única oportunidade de ser aceito pelas pessoas. Quando optou por entrar na comunidade gay, uniu isso a sua paixão pelo rock. “Eu decidi que ia me tornar… uma versão satânica de uma drag queen”, pontua. Usando o nome artístico de Coma, passou a receber muita atenção por causa de seu visual excêntrico. Inspirado por grupos conhecido por seu envolvimento com satanismo como KISS e Marilyn Mason, McNutt fez diversas tatuagens e passou usar lentes de contato, que lhe davam um aspecto “demoníaco”.
Em suas apresentações, usava como trilha o heavy metal e logo veio a fama desejada. Mas também veio uma vida extremamente promíscua e um pesado envolvimento com as drogas. Em pouco tempo perdeu tudo o que tinha. Chegou a morar nas ruas por um tempo. Algum tempo depois, descobriu que era HIV positivo. Sua vida parecia haver acabado. Mais de uma vez tentou cometer suicídio, mas acabou sobrevivendo.
No entanto, alguns anos atrás encontrou com um conhecido que o convidou a participar de um seminário sobre a homossexualidade à luz do cristianismo. Após o evento realizado naquela igreja, McNutt começou a frequentar os cultos, até tomar a decisão mais importante sua vida: crer em Jesus.
“Eu saí da comunidade gay. Parei de usar maquiagem, joguei fora as minhas fantasias. Cancelei todos os meus compromissos. Eu estava começando a me transformar visual e espiritualmente”, lembra.
Dentro de pouco tempo, começou a ser perseguido pela comunidade homossexual. Chegou a receber ameaças de morte. “Um cara disse que ia meter uma bala na minha cabeça, pois eu era um traidor do meu povo”, conta.
Hoje ele á casado com uma mulher e formou uma família. Tem um trabalho secular, mas oferece aconselhamento para gays e ex-gays através da internet. Em 2011 lançou um DVD onde conta sua história de vida. Uma das questões mais marcantes do testemunho de McNutt é que ele faz exames regulares, mas os médicos não encontram qualquer sinal de AIDS em seu corpo. Para ele essa é só mais uma das bênçãos recebidas desde que entregou sua vida a Jesus Cristo.Fonte: Gospel Prime

Ex-”Drag Queen Satânica” conta Como se Converteu a Jesus

Trace McNutt conta que cresceu em um lar religioso, mas disfuncional. Ele sofreu abusos físicos e sexuais durante sua infância e adolescência. No vídeo publicado online, ele conta que sempre se sentiu “diferente” e recebia muitas ameaças de colegas. Chegou a precisar ser “escoltado” regularmente pelo diretor da escola até a sala de aula. “Eu apanhava todos os dias”, lamenta.
Quando terminou os estudos do ensino médio, começou a se envolver com o estilo de vida sexual. “Eu me tornei obcecado com a beleza aparente da comunidade gay. Decidi que seria uma drag queen. Achava fascinante como aqueles homens iam para os bastidores e usavam maquiagem e perucas para se transformar em uma outra pessoa totalmente diferente”.
McNutt viu isso como a única oportunidade de ser aceito pelas pessoas. Quando optou por entrar na comunidade gay, uniu isso a sua paixão pelo rock. “Eu decidi que ia me tornar… uma versão satânica de uma drag queen”, pontua. Usando o nome artístico de Coma, passou a receber muita atenção por causa de seu visual excêntrico. Inspirado por grupos conhecido por seu envolvimento com satanismo como KISS e Marilyn Mason, McNutt fez diversas tatuagens e passou usar lentes de contato, que lhe davam um aspecto “demoníaco”.
Em suas apresentações, usava como trilha o heavy metal e logo veio a fama desejada. Mas também veio uma vida extremamente promíscua e um pesado envolvimento com as drogas. Em pouco tempo perdeu tudo o que tinha. Chegou a morar nas ruas por um tempo. Algum tempo depois, descobriu que era HIV positivo. Sua vida parecia haver acabado. Mais de uma vez tentou cometer suicídio, mas acabou sobrevivendo.
No entanto, alguns anos atrás encontrou com um conhecido que o convidou a participar de um seminário sobre a homossexualidade à luz do cristianismo. Após o evento realizado naquela igreja, McNutt começou a frequentar os cultos, até tomar a decisão mais importante sua vida: crer em Jesus.
“Eu saí da comunidade gay. Parei de usar maquiagem, joguei fora as minhas fantasias. Cancelei todos os meus compromissos. Eu estava começando a me transformar visual e espiritualmente”, lembra.
Dentro de pouco tempo, começou a ser perseguido pela comunidade homossexual. Chegou a receber ameaças de morte. “Um cara disse que ia meter uma bala na minha cabeça, pois eu era um traidor do meu povo”, conta.
Hoje ele á casado com uma mulher e formou uma família. Tem um trabalho secular, mas oferece aconselhamento para gays e ex-gays através da internet. Em 2011 lançou um DVD onde conta sua história de vida. Uma das questões mais marcantes do testemunho de McNutt é que ele faz exames regulares, mas os médicos não encontram qualquer sinal de AIDS em seu corpo. Para ele essa é só mais uma das bênçãos recebidas desde que entregou sua vida a Jesus Cristo.Fonte: Gospel Prime

O Véu Rasgado Mensagem Evangélica

 Mensagem Evangélica O véu rasgado


 Quando Jesus dá o brado que assinala o momento de sua morte, a criação entra em convulsão, solidária ao Criador. A terra treme, as rochas quebram, sepulcros se escancararam. Após a ressurreição de Jesus, muitos veriam sair desses sepulcros pessoas ressuscitadas. Nem o Templo em Jerusalém sai intacto. No momento da morte , o véu, que impedia o acesso ao Santo dos Santos, rasgou-se de alto a baixo, de Deus para o homem. Era naquele aposento que ficava a Arca da Aliança que os israelitas conduziram por 40 anos pelo deserto em sua peregrinação do Egito à terra prometida. A arca representava a própria presença de Deus e ninguém podia tocá-la, ou seria morto.  Apenas o sumo-sacerdote podia entrar no Santo dos Santos uma vez por ano levando uma tijela com sangue de um animal sacrificado. Ele borrifava o sangue na tampa da arca, chamada de propiciatório. Qualquer outro que entrasse ali seria morto, inclusive o sacerdote, caso não levasse o sangue. O medo que as pessoas naturalmente têm de se encontrar com Deus é justificado. Encontrar-se com ele sem o salvo conduto do sangue é condenação certa.

 A ideia não é estranha. Todos os dias somos obrigados a apresentar algum tipo de salvo conduto ou ingresso para entrar em algum lugar. Você precisa apresentar o ingresso, a passagem ou o crachá, se quiser entrar no cinema, no avião ou na empresa. Dependendo do país você corre o risco de ser morto caso tente atravessar a fronteira sem o curso de administração de empresas passaporte e o visto. Se antes o acesso à presença de Deus era limitado ao sacerdote hebreu levando o sangue de um animal, agora esse acesso está franqueado a todo aquele que crê no verdadeiro Cordeiro de Deus, Jesus, e na eficácia de seu sangue derramado na cruz. Algumas religiões ainda insistam em dizer que você precisa de um sacerdote para representá-lo diante de Deus ou para garantir esse acesso, mas o próprio apóstolo Pedro descarta essa ideia. Ele escreveu que os que crêem em Jesus são uma "geração eleita, um sacerdócio real, uma nação santa, um povo exclusivo de Deus". 

Na carta aos Hebreus diz que todo aquele que crê em Jesus, tem "ousadia para entrar no Santo dos Santos pelo sangue de Jesus, por um novo e vivo caminho que ele nos abriu por meio do véu, isto é, por sua carne". Se você crê em Jesus os seus privilégios de acesso são infinitamente maiores do que o dos sacerdotes judeus. Não deixe que alguém que se intitule "sacerdote" tire de você esse privilégio, ou queira se colocar entre você e Deus. A Palavra de Deus é clara: "Há um só Deus e um só mediador [ou intermediário] entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem". Mas, e se alguém disser que você precisa de um intermediário ou mediador para ir a Jesus? Bem, então ouça o que ele mesmo diz: "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei". Autor: Mário Persona 

O Véu Rasgado Mensagem Evangélica

 Mensagem Evangélica O véu rasgado


 Quando Jesus dá o brado que assinala o momento de sua morte, a criação entra em convulsão, solidária ao Criador. A terra treme, as rochas quebram, sepulcros se escancararam. Após a ressurreição de Jesus, muitos veriam sair desses sepulcros pessoas ressuscitadas. Nem o Templo em Jerusalém sai intacto. No momento da morte , o véu, que impedia o acesso ao Santo dos Santos, rasgou-se de alto a baixo, de Deus para o homem. Era naquele aposento que ficava a Arca da Aliança que os israelitas conduziram por 40 anos pelo deserto em sua peregrinação do Egito à terra prometida. A arca representava a própria presença de Deus e ninguém podia tocá-la, ou seria morto.  Apenas o sumo-sacerdote podia entrar no Santo dos Santos uma vez por ano levando uma tijela com sangue de um animal sacrificado. Ele borrifava o sangue na tampa da arca, chamada de propiciatório. Qualquer outro que entrasse ali seria morto, inclusive o sacerdote, caso não levasse o sangue. O medo que as pessoas naturalmente têm de se encontrar com Deus é justificado. Encontrar-se com ele sem o salvo conduto do sangue é condenação certa.

 A ideia não é estranha. Todos os dias somos obrigados a apresentar algum tipo de salvo conduto ou ingresso para entrar em algum lugar. Você precisa apresentar o ingresso, a passagem ou o crachá, se quiser entrar no cinema, no avião ou na empresa. Dependendo do país você corre o risco de ser morto caso tente atravessar a fronteira sem o curso de administração de empresas passaporte e o visto. Se antes o acesso à presença de Deus era limitado ao sacerdote hebreu levando o sangue de um animal, agora esse acesso está franqueado a todo aquele que crê no verdadeiro Cordeiro de Deus, Jesus, e na eficácia de seu sangue derramado na cruz. Algumas religiões ainda insistam em dizer que você precisa de um sacerdote para representá-lo diante de Deus ou para garantir esse acesso, mas o próprio apóstolo Pedro descarta essa ideia. Ele escreveu que os que crêem em Jesus são uma "geração eleita, um sacerdócio real, uma nação santa, um povo exclusivo de Deus". 

Na carta aos Hebreus diz que todo aquele que crê em Jesus, tem "ousadia para entrar no Santo dos Santos pelo sangue de Jesus, por um novo e vivo caminho que ele nos abriu por meio do véu, isto é, por sua carne". Se você crê em Jesus os seus privilégios de acesso são infinitamente maiores do que o dos sacerdotes judeus. Não deixe que alguém que se intitule "sacerdote" tire de você esse privilégio, ou queira se colocar entre você e Deus. A Palavra de Deus é clara: "Há um só Deus e um só mediador [ou intermediário] entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem". Mas, e se alguém disser que você precisa de um intermediário ou mediador para ir a Jesus? Bem, então ouça o que ele mesmo diz: "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei". Autor: Mário Persona 
Back To Top